CAOS E RITMO 

De 7 DE MARÇO a 4 DE OUTUBRO de 2020

Centro Internacional de Artes José de Guimarães

Fundado sobre os poderes do corpo e a consciência individual enquanto uma entre tantas outras entidades que partilham e convivem num mundo feito de diversidade, Caos e Ritmo serve de mote para uma reflexão encantada e desencantada, poética e política, sobre o lugar do homem e, em particular, da criação artística num mundo doente e amnésico – uma exposição-estrutura que servirá de lugar para a fundação de discursos, reflexões e práticas transversais às disciplinas, às geografias e às culturas.

José de Guimarães, André Príncipe, Mesquitela Lima, Mariana Caló e Francisco Queimadela, Rosa Ramalho, Quintino, Susana Chiocca, Skrei, Agostinho Santos, Hugo Canoilas, Coleção de Arte Popular de Agostinho Santos, Coleções de Arte Africana, Arte Pré-colombiana e Arte Chinesa Antiga de José de Guimarães